Corridas de rua: do lazer ao bom negócio

Ao longo da última década o número de corridas de ruas cresceu a cada ano. Em São Paulo, praticamente não há um final de semana que não aconteça alguma prova. Com mais de quatro milhões de praticantes no Brasil, de acordo com a revista Você S/A esse setor movimenta cerca de R$ 4 bilhões por ano.

 Desenvolver treinamentos específicos focados nas corridas de rua, organizar equipes, apoiar os clientes atletas durante as provas, disponibilizar alimentação e relaxamento após a corrida, são maneiras eficazes de inserir a academia no contexto pessoal e social dos seus clientes, que vão muito além do estampar o seu logo nos uniformes visando à divulgação da academia.

 Preparar-se na academia para a performance outdoor faz muito mais sentido do que estabelecer que o calçadão ou o parque são seus concorrentes diretos, pois não há nada mais prazeroso do que fazer bem aquilo que se gosta e a sua academia possuir todo o conhecimento e infraestrutura para atuar como suporte.

 Programas internos de estímulo aos clientes, preparando-os para o desafio de completar uma determinada prova, ao mesmo tempo em que a vitória será gratificante para eles, será um elemento crucial no momento de renovar a inscrição pelo fato de haver um objetivo futuro com o qual o cliente está comprometido.

LAmoroso
www.lamoroso.com.br

Fonte:Luiz Amoroso
Postado originalmente aqui:
Corridas de rua: do lazer ao bom negócio

Deixe seu comentário